ADOLPH FRANZ FRIEDRICH LUDWIG KNIGGE

ADOLPH FRANZ FRIEDRICH LUDWIG KNIGGE





Barão de Knigge - advogado, escritor e filósofo. Nasceu em 16 de outubro de 1752, Bredenbeck, Alemanha. Logrou-se em direito pela Universidade de Göttingen, onde se tornou um membro do Corpo de Hannover. Em Kassel, ocupou o cargo de Conselheiro do Tribunal de Guerra e Ministro das Finanças. De 1790 até sua morte, passou a residir em Bremen, onde assumiu o cargo de capitão do governo britânico. Foi iniciado na maçonaria em 1772, em loja em Kassel e se afiliou à Estrita Observância em 1773. Em Hanau se filou na Loja Wilhelmine Caroline. Como membro dos Conventos da Estrita Observância Templária em Braunschweig, foi um verdadeiro pelegrino do rito. Defendia reformas na Ordem para resgatar a pura maçonaria tradicional. Se estabelecer em Frankfurt com sua família, dedicando-se intensamente a maçonaria alemã. Por convite de Difurt, em parceria com Brönner reformou os rituais do Rito Eclético compilado em 1776. Recrutou mais de 500 maçons, sendo nobres e intelectuais norte-alemães, dentre eles, Johann Christoph Bode, formando assim, a Liga Eclética ou simplesmente, Rito Eclético no norte da Alemanha. Como Escritor e compositor escreveu e compôs diversas obras, destacando-se entre elas: Livros - Über den Umgang mit Menschen (1788) e Die Reise Nach Braunschweig (1794); Doctor Bahrdt (1790); The German Gil Blas, or the Adventures of Peter Claus, Vol. 2 of 3, entre outras. Composição - Konzert für Fagott, Streicher und Basso continuo F-Dur, 1776; Sechs Sonaten für Klavier, 1781; Zwei Klavierlieder: Der stille Abend kömmt herbei und Ergreift das Werk, ihr guten Kinder, 1785/86. Contraio núpcias em 1773 com Henriette von Baumbach, tendo com ela os seguintes filhos: Filhos: Philippine von Reden, Wilhelm Baron von Knigge, Philippine Auguste Amalie von Reden, Franz Ludwig Knigge. Faleceu em 6 de maio de 1796, em Brémen, Alemanha.

A MAÇONARIA ECLÉTICA É UMA ESCOLA DE PERFEIÇÃO, UM MAGISTÉRIO DE SABEDORIA, UM VERDADEIRO PROFESSORADO

PARA OS SÁBIOS E FILÓSOFOS LIVRES E VIRTUOSOS:

"UM TRIÂNGULO PERFEITO "

Copyright®